Editora Transe lança Estocolmo, sua primeira publicação

22/11/2020

Dando início ao projeto de produzir e ampliar vetores criativos no mundo editorial, a Editora Transe apresenta ao público seu primeiro trabalho, realizado de modo totalmente artesanal, sob os auspícios da editora Luana Aguiar. A respeito da obra, trata-se de uma reedição da novela autopublicada em 2018 Estocolmo, uma narrativa de formação que conta a trajetória do aspirante a laureado Carlos Silva. Dessa forma, a editora oferece nesse momento a todos o seu marco primeiro, o livro zero, o qual se pretende que seja o princípio de uma intensa jornada de trocas estéticas transformadoras e coletivas.

Aos interessados em adquirir o livro, no momento este se encontra em pré-venda, estando disponível somente através de solicitações pelo e-mail: editora.transe@gmail.com, no valor de r$ 15.


Abaixo, mais considerações sobre a obra, escritas pelo professor Allison Leão:

Neste livro de Victor Leandro, Estocolmo é uma miragem que se insinua entre os sonhos do jovem escritor Carlos Silva. A princípio, trata-se de um plano, não um sonho: uma meta externa que não deixaria dúvida de sua potência como artista - ser laureado com o Prêmio Nobel de Literatura. Ademais, com tal externalidade, ele inventava um sentido minimamente para o escrever, já que não o enxergava no existir. Mas antes que isso se torne uma realidade, a narrativa nos convida a reflexões que eventualmente ocupam as mentes criadoras. O que é preciso para ser um escritor? Qual o valor da experiência para o ato da criação? Qual o papel da observação nesse processo? Com uma linguagem que incorpora o movimento do pensar, as angústias do protagonista ajudam na verdade a contar sua própria história, que acontece entrelaçada à reflexão estética. Sutilmente, a história de desenvolvimento de um escritor revela ser a história também de um leitor: aquele que se aprimora na arte da leitura é também um artista. Obra sobre o estar no mundo esteticamente, Estocolmo nos mostra que o Nobel é apenas uma de tantas possibilidades no caminho daqueles que criam.