A irreverência cáustica do artista plástico Ismael Gomes

18/04/2020

Criticar é preciso. E é isso que faz Ismael Gomes, com suas figurações desconcertantes e que acenam para uma crônica mordaz de nosso tempo. Tudo isso para despertar-nos as verves luminosas de nossa ação político-cognitiva, numa provocação jocosa e sem mesuras. Abaixo, mais duas de suas necessárias maledicências.