Artigos

Sim, o autor está morto, mas nem tudo é permitido. Na verdade, isso significa que ao leitor foi conferida toda a responsabilidade em seu ato de ler, o qual pode se dar tanto de maneira revolucionária quanto tacanha e burguesa. Nesta, o que se perde é exatamente o sentido de sua tarefa, e do que faz ser algo transformativo a literatura....

Diante da destruição sistemática do Brasil em diversos âmbitos, um dos argumentos mais utilizados para tentar deter tais processos deletérios é o de negar a normalização dos mesmos, atentando para o caráter excepcional de sua manifestação.

A virtude do sábio - pretensiosa e arrogante, que não diz nada como se guardasse um segredo que o resto dos mortais não merece conhecer, fazendo-se deixar em suspenso perguntas que ele sugere ter a chave definitiva de sua resposta, a qual no entanto é vedada - ao menos assim ele imagina - ao mundo por sua decisão.

Já sabemos que era mentirosa a alegação do governo federal de que os hospitais estavam registrando como mortos por Covid-19 uma maioria de pessoas que teriam ido a óbito por outras razões. A ideia, claro, era tentar tirar de si a enorme responsabilidade por tantas mortes, passar a impressão de que a pandemia não estava afetando tanto o Brasil,...

No momento presente, a única coisa possível de ser dita a respeito da política nacional do país é que esta carece de novidade e conduz a um inevitável tédio. Onde quer que se olhe, encontra-se sempre a mesma imagem repleta de comentários oficiais estúpidos, extremismos patéticos e abandono da gestão do Estado, o que, somando-se à inércia das forças...

Já faz mais de um século que Nietzsche nos alertou quanto à suspeita que deveria ocupar-nos quando tratássemos do homem científico. Indubitavelmente, esse também fracassará no ideário de suas crenças. Isso já se viu e continua-se vendo em praça pública, como no lamentável episódio de Átila Iamarino e a vacina russa. Mas, existem exemplos mais...

Friedrich Nietzsche, o grande filósofo da potência criadora, sempre nos alertou contra os perigos do ressentimento, arma nefasta e autodestrutiva praticada por "seres aos quais é negada a verdadeira reação, a dos atos, e apenas por uma vingança imaginária obtêm reparação", e cujo tom é costumeiramente moralizante: "'o inimigo'- tal como o concebe o...

É estranho pensar que a juventude não é mais o novo, que encontra sua potência encaixotada, que não propõe rupturas, que não há mais vanguarda em suas vias. Na verdade, são os um pouco mais velhos que ainda guardam palavras marginalizadas como revolução. No mais, só moralidade, somente o mesmo. Mas como isso foi possível? O mau e velho capitalismo...

Uma das piores desculpas que alguém pode usar para não se manifestar contra o atual desgoverno, ou não romper de alguma forma com a ordem vigente, é a de que não entende de política. Usada até por reitores de universidade, além de ser uma justificativa sem validade, reforça o discurso de uma elite mesquinha que se coloca como única detentora...